Ao vencedor, as batatas

As marcas e a Black Friday de 2017 monitoradas pelo Torabit

Apesar de não participarem do site oficial da Black Friday no Brasil, Burger King e Mc Donald’s foram as marcas mais citadas nos posts das redes sociais do que as marcas “oficiais” do evento.

Entre os dias 10 e 24 de novembro, o grande dia, a marca campeã de citações foi a do Burger King, em segundo lugar veio a do Mc Donald’s, em terceiro a da Americanas (oficial), em quarto a do Subway e em quinto a da Saraiva.

A maioria esmagadora das menções, mais de 90%, no entanto, não citava marcas, referia-se ao evento de forma genérica, fazia piadas, lamentava não ter dinheiro ou afirmava que no Brasil o evento é uma fraude.

Ao todo, o Torabit analisou 559.553 menções no período nas redes Twitter, Instagram, Facebook, Google Plus e YouTube, além de sites e blogs. Em relação ao sentimento, as marcas de alimentação também se saíram muito bem. Com 65% e 53% de menções positivas, respectivamente Burger King e Mc Donald’s fecharam a sexta-feira à frente da Americanas, que teve apenas 16% de menções positivas. A maioria, nos três casos, foi de menções neutras.

Uma vez que as marcas de alimentação foram as campeãs de citações, a categoria Livros ficou em segundo lugar com 16% das menções seguido por Telefonia (13%), Moda (8%) e Viagens (5%). Ou seja, o brasileiro que está presente na redes sociais usou a Black Friday primeiro para se alimentar e depois para se instruir, se vestir e programar viagens.

O monitoramento do Torabit também mostra que as mulheres, 60,6%, estão em franca maioria nos comentários sobre o evento. Talvez por conta da situação crítica das suas finanças, o Rio de Janeiro, com 32,6% das menções, é o Estado campeão em citações, seguido por São Paulo (20%) e Minas Gerais (8,7%). Representantes de todos os 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal, participaram ativamente do evento nas
redes sociais.

A expressão “blackfriday” também constou dos Trend Topics do Twitter durante várias horas do dia 24, esteve no topo das palavras mais lidas no sites monitorados pelo IVC e as várias marcas citadas pelo público conectado foram as mais buscadas no Google. Um exame do “trending” dos assuntos e marcas referentes ao evento, conforme gráfico produzido pelo Torabit, mostra como as menções à Black Friday começam a crescer de forma exponencial no dia 20 e chegam ao ápice no dia 24, com mais de um terço das menções no período de duas semanas.

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *