Sobre tecnologia e democracia

O jornalista Caio Túlio Costa proferiu a palestra “As tecnologias de informação e comunicação a serviço da democracia”, na Assembléia Legislativa de Minas Gerais em 9 de janeiro de 2010.

Dois painéis temáticos sobre a política atual foram realizados pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais en janeiro de 2010.

Estudiosos da Comunicação e da Ciência Política abordaram o uso de novas tecnologias de comunicação pelo Parlamento e os dilemas da representação na democracia contemporânea. Os eventos contribuiram para a elaboração do Planejamento Estratégico da ALMG, cujo princípio orientador é “A Assembleia que queremos ser em 2020”.

O doutor em Ciências da Comunicação da USP, jornalista e professor da Faculdade Casper Líbero, Caio Túlio Costa, foi o primeiro a falar no painel “As tecnologias da informação e comunicação a serviço da democracia”. Segundo ele, está em curso uma mudança estrutural nas comunicações no Brasil e no mundo, com impactos diretos na forma de se fazer política, principalmente nos parlamentos.

Para o palestrante, os conceitos e valores hoje são líquidos e se adaptam ao momento, ao contrário do que acontecia em outras gerações, quando a tradição prevalecia na sociedade. “Quem conduz a política hoje é a mídia, especialmente pela dispersão dos indivíduos provocada pelas várias formas de consumo da comunicação”, disse.

Caio Túlio Costa ainda citou exemplos dessa mudança estrutural motivada pelas novas mídias e falou sobre os desafios trazidos por essa revolução. “É preciso levar em conta as redes sociais, a diversidade cultural e a inexperiência do indivíduo-repórter e dos cidadãos-repórteres que, a partir das novas tecnologias como o celular, contam com um imenso poder de mídia nas mãos”, afirmou.

“Como vantagens, o processo traz mais participação, legitimidade, qualidade na deliberação e transparência política. Como novidade, oferece a informação de forma não linear, atemporal, granular e por meio de novas interfaces”, concluiu.

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *